domingo, 4 de maio de 2008

Parnaíba vive um momento singular: prefeitura alinhada com os governos estadual e federal

É curioso, mais o prefeito de Parnaíba, José Hamilton Furtado Castelo Branco, vem sendo criticado pelos políticos da oposição por vir conseguindo muitas obras em parceria com os governos estadual e federal. Ora, o que este discurso tem de fraco, tem também de incoerente. Senão, vejamos:
Desde eras remotas, o que mais se lamentava era a falta de um administrador municipal que falasse a mesma língua do governador e do presidente da República e, assim, conseguisse obras estruturantes para Parnaíba.
Pois bem: depois de vermos Alberto Silva brigar com o próprio irmão João Silva Filho; depois de presenciarmos dois anos de picuinhas entre o então governador Mão Santa, seu irmão, deputado Antonio José, e o sobrinho Zé Filho, que na época era prefeito de Parnaíba, entre outros exemplos, eis que ressurge José Hamilton, transformando a cidade num canteiro de obras. Muitas obras!
Mas, para os adversários, este não é um grande mérito do prefeito José Hamilton. Aglutinar forças em favor de Parnaíba é tarefa simples, segundo dizem os opositores. Pois se é assim tão fácil, tão elementar, os políticos que antecederam José Hamilton são ainda mais incompetentes do que imaginávamos, pois nenhum deles conseguiu enxergar isso.
Diz a oposição, estribada em suas conveniências, que as obras em execução na cidade de Parnaíba não têm o mérito do prefeito municipal.
Além de precisar de muita articulação e prestígio, o prefeito de Parnaíba precisou organizar a máquina administrativa, promover equilíbrio fiscal, manter o município adimplente diante dos organismos federais e, ainda por cima, destinar recursos próprios do município para complementar as verbas necessárias à realização das obras conveniadas com os governos estadual e federal. Isto mesmo: completar a verba federal com dinheiro da prefeitura, algo que leva o nome de contrapartida.
Por outro lado, a Prefeitura tem investido na elaboração de projetos executivos para poder pleitear os recursos federais. Alguns não sabem, mas projeto executivo é algo que exige competência e custa muito dinheiro. É pela falta de projetos como estes, feitos sob orientação do prefeito José Hamilton, que muitas cidades não ganham obras federais.
Para melhor conhecimento de todos é bom que se diga mais uma vez: não é só com a ajuda de dinheiro federal que a atual administração municipal realiza obras.
Muitas delas têm sido executadas com recursos 100% municipais, como a reforma de todos os calçamentos danificados de Parnaíba; construção de um complexo educacional, social, esportivo e de lazer no Bairro São Vicente de Paulo; construção de algumas das oito novas escolas; recuperação da iluminação pública; construção de um pronto socorro na Praia da Pedra do Sal; manutenção da limpeza pública; entre muitas outras ações. Vale ressaltar que para a construção do novo Mercado da Quarenta, uma obra de 3,7 milhões, a Prefeitura pagou a metade do investimento.
Resumo da história: O grande volume de obras federais também obriga o município a contribuir com grande soma em dinheiro referente às contrapartidas, além das obras que são feitas com recursos totalmente municipais.
Parnaíba vive um momento singular. A convergência de forças que se vê hoje é algo sonhado há muitos anos. E não se trata, apenas, de uma feliz coincidência, um acaso qualquer. Manter uma aliança sólida e duradoura requer desprendimento e sabedoria política. Como, por exemplo, fazer como o prefeito José Hamilton que prioriza as reivindicações de obras para a cidade.
Felizmente, o povo está compreendendo a mensagem.

2 comentários:

Dourado disse...

F.Carvalho, escutei hoje essa crônica tua no Yure Gomes, e vim vê-la com os próprios olhos,

É verdade, rapaz, lembra do nosso tempo no Polivalente, teve até greve por falta de pagamento dos professores,
agora os professores querem fazer greve (pq o q tá aí não é greve é só uma paralisação) pq estão recebendo pagamento em dia, e receberam aumento de 30 %, segundo no Nôba, pode?

vai entender a oposição!

F.Carvalho, em todos meus poucos 32 anos de vida nunca tinha vista tantas obras (e obras de uma qualidade impressionante), tantos Ministros de Estado visitando a gente, tantas vezes o Presidente da Nação visitar a gente

é louvável o trabalho do Prefeito

Abração

p.s. vc tem mais fotos do Mercado da Quarenta?
é q quero postar no meu blog.

José de Arimatéa disse...

Caro amigo Carvalho,
É isso mesmo, voce tem toda razcão! Mas não se preocupe, nem Jesus Cristo que fez tantos milagres e maravilhas ao seu povo, agradou a todos! Pediram a sua crucificação! Parabens pelo seu inteligente artigo!
E vamos em frente!!